03/06/2015

POESIA #004 - Subterfúgios

POESIAS DO PASSADO 

Aqui irei republicar poesias escritas há alguns anos e que deram origem ao blog


--------------------------------------------------------------------------------


--------------------------------------------------------------------------------


Caminhar pelas ruas da cidade
Olhar as casas, as calçadas, os postes.
Instalar aplicativos de músicas no smartphone,
Ouví-las compulsivamente,
Repetir, escolher canções fortes.

Viajar de ônibus por muitas horas,
Conhecer a cidade maravilhosa.
Retornar e planejar prováveis futuros.
Enveredar-se pelos caminhos do futebol
E treinar uma campanha vitoriosa.

Ler quadrinhos e crônicas,
Escrever algumas linhas.
O primeiro texto, a casa de madeira,
A coleção de lembranças e os sons do céu.
Todas invenções minhas.

Dormir no chão e navegar num caixote,
Esqueça o conforto.
Sem escrivaninha e sem cama,
Concentração apenas na navegação.
Aproveite antes que esteja morto!

Faltar não é bom
E assiduidade faz bem.
Mas tenho subterfúgios,
Mil e quinhentos postais,
E mensagens, mais de cem!

De treinador à direção,
O futebol é sempre uma paixão!
Escalar, comprar e torcer.
Mas blogar dá ainda mais prazer,
Pois a simetria desperta emoção.

Encontrar evasivas,
Preencher seu vazio,
A saudade, a tristeza e o choro,
Retornam em poesia
E deixam o dia menos frio. 

Anthony Almeida
02.06.2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário